sábado, 4 de abril de 2009

O que você quer ser quando crescer?


"Grande!"

A resposta parece simples, não é? Mas, nem adianta porque estou tentando ser 'grande' até agora.
Eu já quis ser astronauta, bombeiro, advogada, médica e até turista ( eu achava que turista era profissão...Õó)
Eu queria ser arqueóloga, mas meu prof° Valdir de história na 7ª série, me desencorajou, e olha que eu sempre fui uma aluna aplicada na matéria de história e geografia...e até hoje sou apaixonada por isso. "Não vale apena investir, no máximo vai trabalhar em um museu, com poucos recursos cedidos pelo governo para pesquisas de campo.." foi o que ele me disse. É de desanimar qualquer um com 13 anos, e esse não era seu papel como professor e ainda por cima de história. Eu já quis se oceonógrafa...peixinhos, golfinhos, mergulhos e viagens maritimas, mas nem tudo é exatamente como a gente acha, em meios a tantos calculos fisicos-matemáticos mergulhei em outra...ai mergulhei em outra, queria ser piloto de caça da aeronautica, mas como morria de medo de altura embarquei em outras como: biomedicina, engenharia, biblioteconomia...cada área heim?! Mas, nada se encaixava com meu perfil e com o que eu buscava...Hoje faço Administração de Empresas e Automação Industrial, apesar de ter sido sempre voltada para artes, história...sempre gostei de áreas que eu pudesse desenvolver a criatividade e imaginação. Chegou um momento em que eu percebi que o que importa não é o que voce faz, mas para que e pra quem, o que vc faz tem que dar prazer em você e fazer bem para os outros também. Sempre acreditei que quando a pessoa faz o que gosta pode-se passar anos e a pessoa tá lá firme e forte fazendo bem aquilo que gosta e sempre melhorando suas técnicas ao decorrer dos anos. Eu ainda vou fazer arquitetura, quando me formar em administração...só pelo simples fato de acreditar que isso me trará satisfação pessoal.

8 comentários:

Jéfte Sinistro disse...

De fato, "O que você vai ser quando crescer?" é uma pergunta que nos persegue e, às vezes, nos leva a crises existenciais... Eu também sempre tive paixão por artes, comunicação e história. Hoje faço jornalismo (como diz o último parágrafo da última crônica do último livro que te indiquei: "Jornal, meus amigos, jornal é um caso de amor! Jornalismo é paixão!"), mas um dia - sabe Deus o que eu tinha na cabeça -, enquanto fazia curso técnico em Eletrotécnica, pensei em fazer Engenharia Eletrônica! xD E, assim como você, creio que o que traz satisfação e disposição no trabalho é a paixão pelo mesmo.

Gabriel disse...

Realmente, perguntinha difícil essa... Sempre sonhei em ser desenhista automotivo. Bom, tow estudando pra isso, mas com o tempo outros sonhos e alvos foram gerados no meu coração... Quero me tornar um batera profissional tbm, pq eh algo que eu amo fazer. Dedicar-se e batalhar pelo que vc crê que eh o melhor pra vc, de fato, traz a satisfação que necessitamos... Mas o melhor será olhar pra trás, e ver que os nossos esforços renderam frutos...

Sarah disse...

Ah!
Eu quero ser psicologa.. heheh
E pode ser que amanha eu nem seja tão bem sucedida quanto eu queira !
mas a verdade é que eu quero ser feliz.. e a psicologia faz parte do plano!
heheh

bjoos

e to gostando de ver! várias atualizações assim.. uma atras da outra ! kkkkk
;)

teká disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Juliana disse...

Quando eu era criança quis ser astronauta, atriz (ahahaehuea), jogadora de futebol o0, cantora e depois quis ser só a esposa de alguem famoso. Depois quis ser jornalista, psicologa, professora de história e de biologia. E virei fisioterapeuta.
Maaaaaaaaaaaaas... sabe quando láá no fundo algo me diz que escolhi errado, apesar de AMAR o que faço? Pois é... rs...
Mas acho que é só fogo na minha piriquita.heheua

http://www.julie-fisio.zip.net

Lígia Guedes disse...

Já fiz Administração...tranquei (rsrsrs).

Tenho uma turma diversificada aqui:

- 2 técnicos em Automação que viraram Engs. de Automação (um desistiu e foi para a área de saúde - disse que não queria tirar emprego de ninguém...rsrs)
- 1 aborrescente que diz que quer ser Arquiteta...aqui ninguém incentiva...(nem digo porque)
- 1 bebe que diz que quer ser ARQUEÓLOGO (rsrsrsrs)- ainda bem que não estuda em teu colégio, com aquele professor.

Não dou dica de profissão a ninguém (me incluo) pois foi a nota mais baixa de minha pós (escolha profissional).

Só faço as escolhas por amor (não tenho tanto tempo assim, rsrsrs). Dar dicas, jamais...nem aos filhos.

Beijos!

Lydia Llewelyn disse...

também quando era criança queria ser médica, abandonei essa ideia, mais hoje em dia, tenho vontade, nao de ser médias, mias e fazer enfermagem pelo menos. Ainda nao faço facu, então ainda nao sei o que quero ser quando crescer hehehehe, penso em Aruitetura, Turismo, e outras coisas mas, pensava em Relações Internacionais, mais alguem chegou em mim, assim como chegaram em vc e me diseram umas coisa que me desanimou um pouco, ias nao sei... veremos xD Bjos

Hadassa disse...

Ai meu Deus ai meu Deus ai meu Deus!

Aconteceu a mesma coisa comigo, eu queria ser arqueóloga e meu professor de história também me desencorajou, falou que no Brasil não tinha campo pra essa profissão, e que eu só ia conseguir trabalhar em museu. Mas foi bem antes da sétima série, eu devia ter uns 9-10 anos...